Notícias Política

Tomar. Câmara Municipal multada por obras faturadas indevidamente

Multa é superior a 700 mil euros. Em causa estão problemas nas obras de requalificação da Escola Nuno Álvares Pereira.

A informação foi transmitida por Anabela Freitas na reunião de Câmara desta segunda-feira e apanhou toda oposição de surpresa.

Segundo comunicado enviado à comunicação social, o município tomarense foi notificado pela Autoridade de Gestão da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional Centro e terá de pagar 738 mil euros por alegados problemas nas obras de requalificação da escola Nuno Álvares Pereira.

“Destes 738 mil euros, há 639 mil euros que foram identificados como trabalhos medidos e faturados indevidamente. O resto da diferença tem a ver com alterações que foram feitas na obra mas não no projeto “, disse a autarca perante o restante executivo.

Ou seja, existem casos de obras que terão sido executadas sem haver qualquer alteração do projeto inicial, não tendo a Câmara sido informada sobre os factos.

Tal anúncio deixou apanhou toda a oposição de surpresa. Pedro Marques (Independentes) afirmou que alguém terá de ser responsabilizado. Já os sociais-democratas recusaram-se a comentar a situação por falta de elementos de análise.

No dia 30 de janeiro — data da próxima reunião — está agendado novo debate do executivo, no qual poderá haver mais documentação para uma melhor análise sobre o caso.

Imagem: GoogleMaps

Sérgio Aleluia
Sérgio Aleluia
Diretor e Editor de Informação da TomarTV | Jornalista e 'News Anchor'
http://www.tomartv.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *