Sociedade

Assalto ao Exército. Granadas e munições desaparecem em Tancos

Dois paiolins arrombados. Material de guerra foi roubado ao Exército na base militar de Tancos, concelho de Vila Nova da Barquinha.

O Exército confirmou um assalto na base militar de Tancos esta quinta-feira, concelho de Vila Nova da Barquinha, onde foi roubado material de guerra.

Em causa está o desaparecimento de granadas de mão e balas de calibre nove milímetros, na sequência do arrombamento de dois paiolins, os locais fortificados onde os militares guardam explosivos e munições, de acordo com o Público, que cita um comunicado oficial.

“Os incidentes foram detectados por uma ronda móvel, elemento do sistema de segurança dos paióis”, cita o jornal. A Polícia Judiciária Militar “tomou conta da ocorrência” e vai investigar no sentido de apurar responsabilidades e localizar o material de guerra roubado. A Polícia Judiciária e o Ministério Público também foram notificados, acrescenta.

Em Bruxelas, o ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, considerou o caso como “grave”. No entanto, o governante disse não ter “uma noção exata” da quantidade de material roubado. “Quando se furtam granadas, não pode por definição ser para boa coisa”, acrescentou.

Tomar TV
Tomar TV
Redação da Tomar TV.
http://www.tomartv.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *