Asseiceira Sociedade

Porque secou a fonte da Asseiceira?

Não corre água na fonte da Asseiceira, algo que acontece pela primeira vez desde que há memória. Entre os moradores, teorias não faltam.

Não está a correr água na fonte da Asseiceira, um ponto secular e bem conhecido de muitos tomarenses. É a primeira vez que acontece desde que há memória e o caso está a preocupar os moradores. À Tomar TV, um habitante da aldeia comentava: “Em 80 anos, nunca vi aquela fonte secar.”

Naquela localidade, são várias as teorias para justificar este acontecimento inédito. À Tomar TV, outro morador garantiu que foi a construção de um furo nas proximidades que terá cortado o abastecimento da nascente até à fonte. Um outro falou ainda de um possível entupimento nas canalizações. A seca que se faz sentir em Portugal é apontada como outra das hipóteses.

Há até quem assuma tratarem-se dos eucaliptos mais acima, na zona da nascente da água. Serão eucaliptos centenários, de grande porte, e que estarão a sustentar-se da água da nascente da fonte da Asseiceira, segundo outro habitante.

No entanto, não há qualquer confirmação oficial destas teorias: a origem do problema só será possível apurar após feitos os estudos no local. Além do mais, ninguém parece estar cem por cento certo do que estará na origem do problema. Alegadamente, não será a primeira fonte a ter problemas na freguesia — terão havido problemas em pelo menos outra fonte, na Linhaceira.

A Tomar TV contactou a Junta de Freguesia de Asseiceira no sentido de obter mais esclarecimentos sobre a situação, bem como que medidas serão tomadas para restabelecer a água naquele local. Não foi possível obter respostas a tempo de publicação deste artigo.

Uma fonte com (muita) História

A fonte da Asseiceira tem inscrita a data de 1860. Reza a história que a fonte esteve na origem do nome daquela terra, onde haveria um frondoso Salgueiro que serviria de abrigo aos viajantes. A fonte tinha o nome de Fonte do Salgueiral, donde derivou o nome Ceiceira e, mais tarde, Asseiceira.

Aquela fonte chegou a ser vista como um oásis pelas pessoas que por ali passavam. Mais tarde, foi do tanque que ali ainda existe que partiam as antigas lavadeiras para Tomar, o que dá nome ao rancho folclórico local, “As Lavadeiras da Asseiceira”.

A água da fonte da Asseiceira sempre teve fama pela sua qualidade, muito apreciada por gentes que ali se dirigem vindas de concelhos vizinhos. No entanto, a qualidade da água deixou de ser controlada há já vários anos, mas isso não impede famílias de muitos concelhos da região a ali se abastecerem.

Face a este cenário, muita gente tem optado por encher os garrafões na fonte do Grou, não muito longe daquele local.

Flávio Nunes
Flávio Nunes
Jornalista, diretor-geral e co-fundador da Tomar TV.
http://tomartv.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *