Sociedade

CIRE condenado em tribunal por despedimento ilícito de colaborador

A instituição de apoio tomarense foi obrigada a reintegrar o trabalhador e a pagar uma indemnização.

O Centro de Integração e Reabilitação Educacional de Tomar (CIRE) foi condenado por ter despedido ilicitamente um trabalhador em 2016. A instituição tomarense de apoio a pessoas com deficiência foi obrigada pelo Tribunal de Tomar a proceder à reintegração do colaborador em causa, a indemnizá-lo em mais de seis mil euros, bem como a pagar todas as despesas do processo.

O CIRE recorreu para o Tribunal da Relação de Évora mas viu a condenação ser confirmada por esta instância, dando razão ao trabalhador que tinha sido contratado em 2012.

O despedimento, considerado pelo Tribunal como “ilícito”, aconteceu no ano passado sob pretexto de “extinção do posto de trabalho”.

A Tomar TV contactou Luís Salgueiro, atual presidente da direção do CIRE e aguarda uma resposta a qualquer momento.

Tomar TV
Tomar TV
Redação da Tomar TV.
http://www.tomartv.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *